sexta-feira, 25 de setembro de 2015

A REALIZAÇÃO DO IMPOSSÍVEL


                    Existem determinadas situações em que a superação parece inalcançável, algumas indagações passam a ser constantes e repetitivas: "Como? Quando? Por que?", tais perguntas povoam o desespero e a ânsia angustiante perante o período em busca de respostas. E essas indagações se firmam em momentos delicados, como a fase em que a dor física não cessa, e a resistência do corpo doente não consegue restaurar a saúde vital, ou quando as feridas interiores machucam e perfuram o coração, de tal maneira que respirar a vida chega a doer. Quando a partida de uma pessoa importante a nós leva um pedaço da gente, e deixa nossa alma sangrando, ou quando caímos no fundo do poço e perdemos nossas forças e esperanças nas tentativas de subir à superfície, e só afundarmos ainda mais na lama e na escuridão, ou ainda, quando nossas conquistas começam a desmoronar ou serem apedrejadas injustamente, nos causando decepção e sofrimento. De fato, tais circunstâncias muitas vezes se mostram desesperadoras e sem perspectivas de resolução, mas diante da nossa fé e confiança no Altíssimo, nada fica sem resposta e sem restituição. "Como" vou encontrar a solução? "Quando" a resposta virá? E "por que" comigo? Certamente só Deus sabe os "porquês", e o motivo tem um propósito, porém a superação e a restauração de todas as lacunas e ferimentos são alcançáveis diante do Pai, pois foi seu filho Jesus Cristo que afirmou, "todas as coisas que são impossíveis para os homens é possível para Deus". (Lucas 18:27). Se crermos, veremos. 


A palavra para hoje é CURA.