domingo, 4 de outubro de 2015

DEUS AMPARA OS TRAÍDOS E INJUSTIÇADOS



                Tantas vezes o mundo nos faz doer, sobre tudo, algumas pessoas nos ferem, nos decepcionam, nos traem, agem perversamente às nossas costas para nos derrubar, e nos enganam com tamanha falsidade e hipocrisia. Na maioria das vezes não estamos preparados para agirmos diante de situações nas quais pessoas se esforçam para nos atrapalhar ou nos destruir, especialmente, quando se trata de "pessoas" as quais nutríamos uma certa consideração. A verdade é que nunca imaginamos a possibilidade de sermos confrontados e atacados injusta e covardemente por um "amigo" ou "colega", e por isso, não nos preparamos para combatê-los. Os machucões e cortes provocados por aqueles de quem gostamos doem mais do que se fossem feitos por estranhos ou simples conhecidos, e muitas vezes a dor da decepção nos mantém sem reação ou nos provoca atitudes impulsivas e desastrosas, sobre as quais poderemos nos arrepender depois. Apesar das mágoas e das dores, em circunstâncias como essas, o caminho é conversar com Deus, pedir-lhe conforto e serenidade diante dos conflitos e das flechas lançadas ou recebidas. Um coração cristão, pacífico, generoso e sincero não pode ser destruído pela maldade dos homens da terra, pois o Pai assiste a tudo, e intercede pelos injustiçados. Podemos sangrar, cair em prantos, mas o nosso advogado celestial ganha a nossa causa, assim como está escrito: "Com força me impeliste para me fazeres cair, porém o Senhor me ajudou. O Senhor é a minha força e o meu cântico; e se fez a minha salvação. (Salmo 118:13-14).


A palavra para hoje é DISCERNIMENTO.