segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

DOAR-SE ENQUANTO O TEMPO DE DEUS AGE.


                   Quase sempre achamos que nossas dores são maiores que as dores dos outros, que os nossos problemas são mais difíceis de resolver, que nossos obstáculos são mais numerosos, e a nossa cruz é sempre uma das mais pesadas. Diante das nossas turbulências, perdemos tempo e desperdiçamos energia, dando dimensões maiores para nossas dificuldades ao exaltá-las constantemente. Lamentações ou comparações não abrandam as circunstâncias. Mas tentar olhar também as dores e problemas das pessoas que estão ao nosso redor, sob uma perspectiva positiva, e com o intuito de poder ajudar de alguma forma, apesar de estarmos também em meio às dificuldades, é uma maneira de elastecer nossa humildade e humanidade. E enquanto nos importamos verdadeiramente com os outros, e nos doamos, esquecemos um pouco de nossas preocupações, e o tempo de Deus nos dá tempo e age, ameniza nosso peso e começa a trabalhar a nosso favor. O altruísmo nos coloca diante de Deus ao nos permitir estendermos a mão aos outros, conforme o Cristo nos ensinou, que devemos amar o nosso próximo como a nós mesmos. E assim enquanto nos doamos, e nos preocupamos, nos compadecendo também com as aflições alheias, conquistamos o merecimento da ação de Deus sobre nossos dilemas. Estar enfrentando problemas não impende ninguém de estender a mão aos outros.

A palavra para hoje é AUXÍLIO.