sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

REFLETIR ANTES DAS DECISÕES.


                 Fechar os olhos, respirar fundo, e elevar o pensamento a Deus, é a decisão mais coerente que você toma diante de situações que lhe testam a tolerância e desafiam a sua paciência. Por isso, perante ocasiões que você sentir que sua tranquilidade e equilíbrio podem ser abalados, busque evitar o ímpeto de dar respostas impulsivas perante questões que merecem serenidade para serem respondidas, e procure não deixar que atos precitados possam lhe causar grandes consequências posteriormente. Às vezes fica difícil de manter o domínio sobre nossos impulsos, mediante certos contextos e perante determinadas pessoas. Mas, uma maneira de preservar a sensatez, é conservar a consciência de que não se deve reagir imediatamente contra condições desfavoráveis e conturbadas. Um passo em falso e pronto, podemos tropeçar e até cair no fundo do poço, e uma palavra impensada é o bastante para ocasionar desentendimentos e gerar mágoas. O peso e a medida de nossas atitudes imprudentes definem os resultados e consequências de nossas decisões. Manter-se sereno em meio ao caos e diante de nossas euforias nos permite acertos.

A palavra para hoje é AUTOCONTROLE.